A. Gust

eu mostro o caminho mais você decide se deve seguir, eu abro a porta mais você decide se deve entrar

Textos

Pio Da Coruja
escute o pio da coruja
bate as badaladas
escute as palmas de quem chama
vindas do cemiterio
abre as tumbas nas noites geladas
veja os morcegos e vultos pretos
voando nas lapdes onde jaz nada

traz a desgraça na madrugada
sopra o vento na vida gelada
quem chama é quem corta
ceifa a vida e leva embora

na catacumba tem um defunto devorado
voa os corvos com podres carnes em seus bicos
urubus do mau agouro
no caixão um corpo gelado
morre ja o que pousou no telhado
a gust
Enviado por a gust em 10/08/2022
Alterado em 10/08/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras