A. Gust

eu mostro o caminho mais você decide se deve seguir, eu abro a porta mais você decide se deve entrar

Textos

A Antiga Serpente
no tempo antigo no primordio dos velhos tempos
sata apereceu para eva
veja eva eu sou uma cobra tenho uma maça pra voce não quer morde-la
saia daqui sua cobra monstruosa
só uma mordidinha e sara eterna como deus
gostei dessa cobra disse eva entusiasmada
vai é só dar uma lambida dizia sata
nessa hora vinha vido adão
não faça isso coração
porque não
perguntou eva serei eterna se fizer isso
oh adao homem de pouca fe
voce não quer ter toda a sabedoria de deus
assim veras que oque digo es verdade
toma e coma do alface do bem e do mal
e comprrendera todas as verdades

preciso comer dese alface disse adao assim saberei se quer ou não enganar minha eva
toma e engula seu coelho disse sata
imediatamento ao comwr do alface sagrado adao vira um coelho

adao oque aconteceu com voce
como  vamos procriar e deixao nossos filhos para as geraç~es
a cobra com um imenso sorriso disse a eva
veja eva sou uma cobra
eva sorriu euforica e disse
sempre gostei de cobras de longa vida
e agora eu serei eterna como deus

nesse instate o coelho tentou morder a cauda da serpente
va comer cenoura seu coelho
essa cauda e da eva
eva comeu da maça e viu sata se trasformar numa mostruosa cobra com dois chifres
esses são meus chifres disse sata com um largo sorriso
pecaste contra o criador sua safada
agora como castigo voce vai ter que me aguentar no inferno

eva toda elegre disse entao vamos logo
sata ouviu ua grave voz bradando no jardim do edem
eva cade voce voce me traiu
sata logo disse vai eva pule nesse braco eu pulo em seguida
penetrando voce

e eva pulou no buraco

viu disse sata a deus eu a antiga serpente pentrei eva soquei cenoura em adao
soquei minha cauda em eva
fiz comerem do alface e da maça do pecado
tudo isso fiz contra o senhor

enquanto deus via televisão e assistiu essa cena
pensou
sim você não pecou muito contra miguel com o pirulito
mais pecou mais contra eva sou cobra cobraiçueira

nesse caso devolvo o seu reino
não guardo magoas passadas
adao adao volte ao normal e tome essa espada
sata estusiamado pulou no buraco mais sem perceber foi dividido ao meio
com a espada de edao

eva vendo essa triste chena começou a cherar

e saiu do profundo buraco
adao disse a eva veja eva eu sou seu adao e tenho uma espada
eva sorriu elegremente e juntos tiveram filhos  ....
a gust
Enviado por a gust em 10/08/2022
Alterado em 11/08/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras